• SADY

Conheça 5 problemas comuns em carros e saiba como evitá-los

Alguns problemas são comuns em carros e, para você não ser pego de surpresa, a Sady separou quais são esses problemas e o que você pode fazer para evitar que aconteçam.

Pane elétrica

Por mais difícil que possa parecer identificar quando acontecerá uma pane elétrica, alguns cuidados do motorista podem ajudar a prevenir o acontecimento. Preste atenção se o carro está com dificuldade ao ligar; não encha seu automóvel de dispositivos, como caixas de som potentes, sem antes deixar a bateria e o alternador preparados para isso; veja se as luzes não se alteram ao ligar o veículo e confira se a correia do alternador não está esbranquiçada ou desfiando.


Tensão na correia dentada

A correia dentada deve ser trocada a cada 50 mil km rodados, porém é recomendado verificá-la durante as revisões periódicas. Durante essas revisões, observe se não há nenhum dente desgastado, ou se existe alguma rachadura na borracha. Se perceber alguma dessas coisas é sinal de que está na hora de trocá-las.

Além disso, a correia dentada apresenta alguns sinais de que não está funcionando corretamente, como assobios finos enquanto o carro está em movimento.


Pneus furados

Esse é um dos problemas mais comuns em carros e, para evitá-lo, você deve tomar algumas atitudes como: verificar a calibragem dos pneus constantemente; observar se não há bolhas ou se o pneu não está careca e reduzir a velocidade em pistas mal conservadas.


Falta de óleo na direção hidráulica

Caso seu carro tenha direção hidráulica e você esteja tendo dificuldades de virar o volante, é um sinal de problema. Ruídos, também são comuns quando falta óleo na direção hidráulica, então ao menor desses sinais é importante verificar o nível de óleo.

A troca do óleo é recomendada a cada 10 mil km e durante esse período é recomendado verificar se o carro não emite algum dos sinais citados anteriormente, ou se não há nenhum vazamento.


Bateria ruim

A duração média de uma bateria é de 3 anos e se torna natural que ela descarregue ao longo do tempo, porém fatores como um alternador danificado podem acelerar esse processo. Dessa forma, o ideal é realizar a troca da bateria no período indicado pelo fabricante, mesmo que não aparente sinais de danos.


Agora você dificilmente será pego de surpresa com algum problema no seu carro. Lembre-se também que realizar as revisões é de extrema importância para diagnosticar problemas e consertá-los antes que se tornem maiores.


Gostou das dicas? Para ficar por dentro dos nossos conteúdos, acompanhe o blog e nos siga em nossas redes sociais!


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo